segunda-feira, 15 de maio de 2017

ADPEP-PA traz historia sobre adoção e amor (Reprodução)

12/05/2017

Fonte: ADPEP
Estado: PA

Mesmo na dificuldade, há amor de sobra. A frase encaixa-se perfeitamente no caso de Loiane Machado: uma enfermeira que, através do afeto, quis acompanhar de perto os primeiros dias de Renato, uma criança que nasceu com microcefalia e foi abandonada no hospital. Após alguns meses de convivência, Loiane e seu marido deram entrada no processo de adoção.
 
A Defensoria Pública do Pará, por meio do Núcleo de Atendimento Especializado da Criança e do Adolescente (NAECA), acompanhou o caso e contribuiu para essa formação familiar.
 
Hoje, o casal que antes não poderia ter filhos, comemora cada conquista de Renato. Pois mesmo não existindo cura para a microcefalia, é possível melhorar o desenvolvimento da criança com acompanhamento regular através de fisioterapeutas, fonoaudiólogos e terapeutas ocupacionais.
 
Vale lembrar que a Campanha Nacional da ANADEP deste ano traz como tema “Família Afetiva” e pretende mostrar que a Defensoria Pública garante o direito ao reconhecimento da instituição familiar e defende a aplicação de todos os institutos previstos no Direito de Família a qualquer tipo de relação. Muitas são as formas de garantir esse direito: família acolhedora, guarda compartilhada, tutela, união estável e, como no caso de Loiane, através da adoção.

Clique aqui e veja o vídeo no youtube. 


Reproduzido por: Lucas H.

Nenhum comentário: